Ilha de Sta. Luzia


Santa Luzia é a mais pequena ilha do grupo de Barlavento do arquipélago de Cabo Verde. Tem 13 km de cumprimento, 5km de largura e 395 metros de altitude máxima. A zona de maior relevo encontra-se a norte da ilha, enquanto a zona sul é mais plana com dunas e praias de areia branca. Actualmente desabitada, a ilha já albergou uma pequena comunidade ligada à pecuária e à extracção  de urzela no século XVIII, chegando a haver no século XIX uma população com cerca de 20 pessoas a viver da produção de carne, leite e couro provenientes da criação de cabras.

Com as secas cíclicas e a falta de água as pessoas foram deixando a ilha que hoje está desabitada.

Administrativamente pertence ao concelho de São Vicente, sedeado na vizinha ilha homónima.

Desde 1990 a ilha de Santa Luzia e os ilhéus adjacentes (Branco e Raso) foram declarados Património Público pelo Estado tendo em conta a riqueza da sua fauna. É constituída por espécies raras sobretudo aves, peixes e gastrópodes que ao longo do tempo se foram adaptando ao ecossistema e que hoje fazem deste grupo de ilhas uma autêntica reserva natural.

Curiosamente, embora várias ilhas de Cabo Verde tenham nomes de santos, a maior parte correspondentes ao dia em que foram descobertas, Santa Luzia é a única que tem o nome de uma santa.

st-luzia